O que é Holismo e Como Funciona sua Visão de Mundo?

Você certamente já viu e ouviu a palavra holismo, ou mesmo holístico, e este artigo se propõe a esclarecer o significado e o porquê é importante em nossa vida, seja na parte pessoal ou na profissional, pois podemos melhorar bastante nossa vida e nossos relacionamentos e até mesmo nossa carreira.

Esta palavra está sendo usada cada vez mais na filosofia, no meio intelectual, na saúde, na psicologia, na educação física, no meio corporativo e muitos outros.

Por exemplo, em um estudo da ONU sobre a ameaça da falta de água se fala da necessidade de um “escopo mais holístico, em escala global” para se entender melhor este assunto da escassez de água no planeta.

Vamos, então, entender o que é holismo.

E o que é Holismo?

Holismo vem da palavra holos do grego clássico e significa inteiro, completo, global, o todo.

Holismo é, pois, uma forma de se ver a si mesmo e de ver o mundo e todos os seres de uma forma global, como um todo, onde tudo está interligado, onde nada é isolado, tudo pulsa simultaneamente, onde o todo está presente em cada parte. Não existe nada desligado, isolado.

Aplicado ao ser humano, o holismo é a maneira de ver que cada ser humano está diretamente conectado com todos os seres humanos e com todas as demais coisas do universo. Vou dar um exemplo: existe uma relação entre os elementos terra, ar, água e espaço com o ser humano.Não existe terra desligada da água ou do ar, tudo ocupa o mesmo espaço, nem existe água desligada da terra e do ar e assim por diante-

Existe, portanto, nesta visão, uma relação direta do homem com o planeta. A vida que levamos é extraída da terra e ligados a ela estamos sempre, juntamente com a água e o ar. Em nós está o planeta enquanto terra, ar e água e ocupamos simultaneamente o mesmo grande espaço que o planeta ocupa no sistema solar, na galáxia e no planeta.

Holismo, uma Nova Visão de Mundo

O holismo propõe uma visão de mundo diferente.

Amplia nossa visão de mundo. Temos uma visão holística quando nos abrimos para alguma realidade e a sentimos pulsar em nós. E então percebemos a realidade como um todo, sentimos como ela é, seu ritmo, sua expressão.

A visão holística é determinante para que seja formada uma imagem única da realidade.

Num mundo que está passando por tão rápidas mudanças em todos os sentidos, seja nos avanços tecnológicos, seja nos costumes e crenças, é de suma importância adquirirmos uma visão ampliada e um entendimento melhor do mundo, para não ficarmos limitados e presos a visões apoiadas ou perdidas no passado.

Holismo e Visão Sistêmica

O holismo e a visão sistêmica significam a superação da visão de mundo que vinha predominando nos últimos séculos, através do mecanicismo e o fragmentarismo cartesiano, que não enxerga o todo, mas vê a realidade como uma soma de partes. Nessa visão o mundo e as coisas são vistas como certas ou erradas, e o que está errado deve ser corrigido.

Holismo e visão sistêmica são duas formas diferentes e complementares de ver a mesma realidade. Isto fica claro nesta síntese:

A visão sistêmica:

  • É racional, lógica, analítica, comparativa, explicativa;
  • É “sistemática”, isto é, observa as partes, as interligações, as sucessões, os detalhes;
  • Mede, quantifica, calcula, compara, analisa, referencia, separa, restringe, julga, diagnostica, relativiza;
  • Busca as conexões e as desconexões que ligam cada parte no todo;
  • Processual, cíclica, evolutiva, histórica.

A visão holística:

  • É intuitiva, implosiva, se expressa pela emoção e sensibilidade;
  • Brota da percepção, amplia-se pela intuição;
  • É de simultaneidade, a-histórica, absoluta, oniabrangente, onipresente, imediata, aqui e agora, sintética;
  • É absolutamente aberta ao todo, sem restrições, sem análises, sem comparações, sem julgamentos;
  • É integradora, co-pulsante, universal;
  • Surpreende, encanta, deslumbra, assombra e apavora.

A visão sistêmica, que vai ganhando corpo no último século, procura ver na realidade as relações existentes entre cada parte com o todo. E o todo é sempre maior que a soma de suas partes.

A visão holística procura intuir o sentido maior, o pulsar no aqui e agora da realidade que se nos apresenta.

O Pensamento Holossistêmico

É interessante notar que alguns dos maiores cientistas que estão remexendo nos conceitos de administração organizacional estão hoje ligados em um dos mais importantes institutos voltados para o desenvolvimento humano e institucional, o MIT – Massachusetts Institute of Technology. Seus homens chaves, em sua maioria, fizeram mergulhos intensivos junto a escolas na Índia, em Hong Kong, em tribos indígenas, e outras, buscando captar uma nova forma de ver a realidade.

Através desta escola, brotada no âmago de um dos mais importantes institutos promotores de avanços tecnológicos, é que novas formas de enxergar o campo relacional humano estão se propagando pelo mundo afora, com respeitados nomes como Peter Senge, Otto Scharmer, Joseph Jaworski e outros.

O conjunto instrumental denominado Sistema ISOR®, proposto pelo Instituto Holos, nasceu sob a visão sistêmica e holística e se assenta hoje, clara e explicitamente, numa visão que chamamos de holossistêmica, porque incorpora radicalmente a visão sistêmica numa percepção de mundo holística. E todos os nossos gráficos pedagógicos são “holográficos” ou seja desenhados em forma de gráficos que buscam representar o todo, expressar o todo, são formas didáticas para entender o mundo e as atividades humanas de maneira integrada.

Isto é, buscam expressar visualmente a interconexão das partes com o todo, o que facilita a percepção da vibração energética do ser a quem estamos servindo.

Exemplos de Aplicação do Holismo

Vejamos dois exemplos de aplicação do holismo, um na saúde e outro na administração e gestão de pessoas.

Você sente dor num dos joelhos. Um médico com visão fragmentária e mecanicista examina seu joelho, tira radiografia, manda fazer um ultrassom, procura ver o que está errado e indica ou um analgésico ou anti-inflamatório ou uma cirurgia.

Um médico com visão sistêmica faz uma anamnese, verifica seu organismo como um todo, vê onde pode estar a origem da dor, que pode estar num estresse proveniente de exercícios exagerados, ou na alimentação, ou na forma de dormir, etc. Enfim, vai ver de onde se origina a dor e como ela se manifesta direta e indiretamente em todo o organismo. E vai indicar uma solução mais abrangente que, aliviando a dor, não crie problemas em outras áreas do organismo.

Já o médico com visão holística vai querer perceber, antes de mais nada, como o paciente se sente frente à dor, com aceitação ou revolta, como é o ambiente onde vive e trabalha, o que está sendo difícil de ele aceitar no serviço, na família, na sociedade. Isto é, vai levar o paciente a ter uma visão mais ampla de sua dor, pois ela pode indicar o modo como o paciente encara sua vida. Ele pode até indicar uma medicação, mas provavelmente vai sugerir uma mudança nas crenças e no modo de ver e levar a vida. Um médico com visão holística não combate a dor e a doença, mas busca caminhos de superação, através de um reequilíbrio energético do paciente.

O Holismo e a Liderança

Vamos também ver a aplicação do holismo na administração e gestão de pessoas.

Em determinado setor está havendo uma progressiva queda de produção. Na predominante (ainda) visão mecanicista e cartesiana, o chefe iria até o encarregado e perguntaria o que estaria havendo. Resposta: não sei, por aqui não vejo nada de errado. Só que está me faltando gente. Estou com alguns trabalhadores em licença saúde e não tenho com quem substituir. E o pessoal não quer nem saber de cobrir o que falta. O chefe mecanicista vai então ver de que forma corrigir o que está errado, talvez ameaçando de demissão, ou de exigir horas extras ou promete um bônus se melhorar a produção. E dá uma forte reprimenda no encarregado do setor.

O líder com visão sistêmica vai ao setor e verifica se está tudo funcionando bem, se o maquinário não apresenta alguma avaria, se os insumos estão chegando a contento, como vão os processos, se o pessoal novo que foi contratado é competente, o que diz o encarregado de treinamento. Verifica se não está havendo algum conflito entre o pessoal que possa estar atrapalhando. Solicita a presença do setor de manutenção para uma avaliação. Vai ao RH e pede uma atenção especial ao líder do setor em relação a sua desenvoltura quanto à comunicação e ao relacionamento humano. Em resumo, avalia a rede de relações e informações do setor frente ao todo da empresa.

O líder holístico é um líder com formação sistêmica, mas que aplica uma visão global do setor no conjunto da empresa, vai sentir a pulsação da empresa como um todo e como isto se reflete no setor nessa queda de produção. Não adianta um setor ir muito bem, se a empresa como um todo está em crise, portanto está-lhe faltando energia no seu conjunto. O mentor holístico irá então atuar junto ao nível de decisão da empresa, buscando formas de superação da dificuldade, mas sobretudo acionar os meios de dar um salto de qualidade, de motivação, de acumpliciamento de todos em relação à missão, visão e objetivos da empresa. Reúne o pessoal e leva-os a entender a importância de seu trabalho no conjunto da empresa.

Esta visão do todo em que o setor está inserido, bem como a visão do setor em relação ao todo da empresa, isto é holismo, é ter uma visão holística.

Uma Visão de Mundo que Prioriza o Todo

O holismo, integrado com a visão sistêmica, dá uma base instrumental excepcional para uma nova visão de mundo, que possibilita ações realmente inovadoras tanto para o desenvolvimento pessoal, quanto para a administração corporativa dar saltos verdadeiramente transformadores na consecução de sua missão, visão e objetivos.

Podemos usar esta visão nas diferentes atividades humanas, por exemplo uma pessoa consigo mesma, quando ela está se relacionando com outras pessoas, seja na família, com um amigo ou nas empresas, quando ajuda a melhorar a sociedade com atividades voluntárias, ou quando cuida do meio ambiente.

Da mesma forma, permite ações muito mais focadas e direcionadas para empresas e organizações que buscam ser únicas, com sua identidade claramente absorvida por seus colaboradores e apreendida no universo de suas relações mercadológicas e culturais de um mundo novo que vem emergindo dessa nova visão de mundo.

Nesse universo é preciso estar sempre mudando, evoluindo, buscando captar e expressar a dinâmica da vida, que pode nos levar a uma nova compreensão da vida e dos seres humanos em todas as suas expressões e interações.

O holismo é a base de uma nova visão de mundo. Uma visão que clama por maior responsabilidade, por um desenvolvimento mais harmônico, com alegria de viver.