Me formei em Coaching, e agora?

Esta pergunta “me formei em Coaching, e agora?” é o que vem à cabeça de grande parte daqueles que terminam um curso de formação, assim que passa a envolvência emocional da finalização do curso.

Quando chega o fim do Curso de Coaching muitas vezes vem o medo do futuro, do incerto ou não tão certo, emerge a consciência da responsabilidade inerente a esta nobre função. O que faço para me tornar um Coach? E agora, me formei em Coaching, como fica?

Algumas pessoas se apresentam para uma formação em Coaching já sabendo o que irão fazer pós-curso, seja porque já são coaches e estão buscando aperfeiçoamento profissional, ou porque atuam em área de gestão de pessoas e vão buscar novas ferramentas que o Coaching oferece. Esses já sabem o que querem.

Qual é a questão?

A questão do “me formei em Coaching, e agora?” se apresenta mais para quem espera adquirir uma nova atividade ou, até mesmo, uma nova profissão. Muitos desses realmente ficam numa expectativa muito grande.

Em teoria aprenderam o que é um coach. Mas, como fica encarar isto profissionalmente? “Terei sucesso? Quanto tempo terei para me firmar profissionalmente? Quanto poderei ganhar? Quanto tempo terei que dedicar a isto? Como conseguir clientela? O que terei que fazer para completar a formação? Mais cursos? Que leituras? Será que já estou pronto para começar e encarar meu primeiro cliente?”, etc.

Para algumas pessoas isto se torna até mesmo angustiante. E alguns não superam estas primeiras barreiras. Protelam, desistem.

Vamos refletir um pouco sobre esta questão. Vou propor algumas dicas ou passos para descobrir com você qual caminho podemos seguir.

Como encontrar o caminho?

  1. Comece por refletir sobre o que o levou a querer uma formação em coaching:
  2. Como soube disto que chamamos de Coaching? Um amigo? Um colega de trabalho? Alguma leitura em jornal, revista?
  3. O que despertou em você? O que isto vislumbrou como possibilidades a você?
  4. Conhecia alguém que já atuava como coach e que talvez lhe tenha incentivado? Ou desestimulado?
  5. Pense nas possibilidades que vislumbrou durante o curso e quais aspectos do curso encontraram mais ressonância em você.
  6. E agora pense no que o Coaching lhe oferece. Ele abre um leque muito grande de possibilidades:
  7. Pode ser que se torne para você um bom instrumento de descoberta e aprofundamento pessoal. É o chamado Self Coaching, que dá muitas ferramentas de autoconhecimento e autocultivo, ao mesmo tempo que abre o leque das muitas oportunidades de aprofundamentos. Talvez mesmo desperte em você a vontade de ter um mentor ou tutor que lhe dê apoio inicial nesta jornada altamente estimulante.
  8. Pode ser também que você defina um nicho no leque de possibilidades profissionais, em geral relacionadas a suas atuais atividades ou a expansão de atividades junto às mesmas, tais como: Coaching Familiar; Coaching Esportivo; Coaching de Saúde; Coaching de Carreira; Coaching Educacional; Coaching de Negócios ou de Vendas; Coaching Financeiro; Líder Coaching; Coaching de Liderança, de Equipes; Qualidade de Vida, Espiritual, Jurídico, etc.
  9. Em seguida você escolhe um nicho de mercado, determina o público-alvo, para quem você deseja trabalhar.
  10. Depois é localizar onde estão estas pessoas. Você vai então entrar em contato com elas, geralmente através de fornecimento de conteúdos via mídias sociais, artigos em blog, palestras, ou mesmo via webinários abertos. Este é um trabalho de marketing, você pode ainda buscar o auxílio de uma pessoa especializada em marketing digital.
  11. Finalmente, determina se você irá atender apenas presencialmente ou se fará também à distância, via Skype ou similar.

Como determinar o seu nicho de coaching

Determinar o seu nicho de coaching é o mesmo que determinar a sua área de excelência.

Nós fomos colocados na terra com uma combinação especial de talentos, habilidades e competências pessoais que nos tornam diferentes de cada um.

Tudo o que você está fazendo hoje, nem de longe é o que você é realmente capaz de fazer.

Para determinar seu nicho, você pode se perguntar:

  • Quais são as áreas ou nichos de mercado que você tem um interesse natural?
  • Quais são as áreas onde você já sofreu uma transformação (onde você superou algum problema, alguma barreira)?
  • Escreva as áreas onde você teria o prazer de entrevistar experts e se relacionar com eles como possíveis parceiros.
  • Qual seu projeto de vida, seus objetivos e sua missão?
  • Quais as pessoas que de fato você gostaria de estar atendendo?

Agora você está pronto para definir seu nicho de mercado. E você pode ainda buscar o auxílio de uma pessoa especializada em marketing digital.

Ser Coach é ajudar empresas e pessoas a tirarem sonhos do papel e ajudar a construir um mundo melhor. Não há nada mais recompensador do que trabalhar com algo que tenha significado, que esteja em coerência com nossos valores e crenças.

A carreira de Coach é a que mais cresce nos últimos anos. Este é o momento certo para você começar atuar o quanto antes. Acredite em você e nas suas potencialidades. Confie em sua sabedoria interior.

Então, se você fez formação em Coaching, agora você já sabe o que fazer para se tornar um coach muito bom e se jogar com todo o seu coração para beneficiar as pessoas e estar a serviço da Vida. Esta é a chave para uma vida feliz.