10 dicas de Liderança que vão transformar sua equipe

Já viu alguma equipe ou grupo sem chefe? São muito raros. Mas, já viu alguma equipe ou grupo sem liderança? Nunca vi. Como assim? Vou tentar explicar. É um tanto sutil, mas há uma diferença.

Chefe é sempre alguém que se põe ou é posto sobre o grupo. Sua autoridade não repousa no grupo e, sim, no cargo que ocupa. Ou é imposta ao grupo pela força, ou é imposta por algum agente externo ao grupo. Em ambos os casos os membros do grupo não participam de sua escolha e devem se submeter ao seu comando, geralmente com alguma penalidade no caso de não aceitação ou rebeldia.

Liderança

O líder, por sua vez, é uma força diretiva que surge do grupo, independente de apoiar-se em um cargo ou não. A autoridade de uma liderança surge de dentro da própria pessoa que aflora para a liderança, surge de dentro do grupo, que aceita e assume a forma de orientar e coordenar do líder e o respeita e é por ele respeitado.

Um chefe, alguém nomeado para um cargo, pode vir a ser um líder ou já é um líder, independente de nomeação. Isso quando o grupo aceita sua liderança, que torna sua gestão muito mais eficaz.

E, atenção, se o chefe ou gestor tentar controlar sua equipe à custa de repressão normativa ou no grito, impondo um comando desconectado com o grupo, pode ter certeza de que, do meio do grupo vão emergir lideranças que sutilmente tentarão desmoralizar o comando do chefe. Portanto, não há grupo sem liderança, às vezes atuando sub-repticiamente.

Estou focando, neste artigo, em pessoas que exercem alguma forma de liderança, seja na família, seja na empresa, seja na comunidade, seja onde for que haja pessoas sob seu comando.

Eu quero lhes apontar 10 dicas de liderança que muito poderão lhe auxiliar a fazer surgir nas pessoas que estão sob sua liderança, em seu setor de comando, uma equipe da mais alta performance:

1ª Dica: Assuma a liderança

Use a autoridade que a instituição lhe conferiu ao indicá-lo para o cargo e assuma o comando da equipe. Se você é pai, assuma ser pai. Sua equipe precisa sentir que tem na liderança alguém que tem mão firme e, ao mesmo tempo, saiba compartilhar este comando, consultando seus companheiros e sabendo cobrar o cumprimento do que foi decidido.

2ª Dica: Tenha clareza de sua função e de suas metas.

            Saiba exatamente o que as pessoas e a organização esperam de você e de sua equipe e o que precisa ser feito para cumprir com clareza sua função e suas metas. Se você tem uma chefia indicada pela organização, é de se esperar que tenha claro o que vai acertar com sua equipe e, para isso, de que forma coordenar as ações individuais para convergirem numa direção uniforme.

3ª Dica: Ponha-se de igual às pessoas do grupo sem distanciamentos hierárquicos.

As pessoas confiam mais em quem não as olha de cima para baixo, mas que conversa com eles como companheiro, ao mesmo tempo comprometido com a instituição que representa e com o grupo com quem se sente participante.

4ª Dica: Seja inovador.

Saiba inovar e saiba abrir espaço para questionamentos e propostas que venham do grupo, que normalmente tem um belo estoque de novas ideias, capazes de resultados surpreendentes. Acredite nas pessoas e faça com que elas acreditem em você.

5ª Dica: Seja tolerante com quem erra.

Seja tolerante com quem erra e crie um ambiente de busca de soluções e de comprometimento e não de inibição e de repressão. Quantas vezes um erro não indicou novas possibilidades? Num universo familiar e empresarial em rápidas transformações, às vezes inesperadas, é importante a busca permanente de novas ideias, tanto as necessárias para adaptar-se às mudanças, como também para sair na frente, antecipando mudanças.

6ª Dica: Saiba administrar conflitos.

Nos eventuais conflitos internos de sua equipe ou com área externa, evite sempre tomar partido. Faça uma boa coleta de dados, chame para conversar, peça que as partes coloquem seu ponto de vista e leve-os a refletir com calma. Na hora da cabeça quente é importante fazer baixar a poeira. Agora é hora de usar a lógica racional, buscando fazer os lados envolvidos entender o que se passa, qual a origem da dissidência. E faça cada um apresentar sua proposta de solução ou de superação. Com cabeça fria é possível encontrar o caminho do meio, atendendo à sabedoria interior de cada um e da equipe.

7ª Dica: Promova o espírito de cooperação.

Promova nas pessoas de sua equipe o espírito de cooperação e de entreajuda, em que cada um é corresponsável pelo todo da equipe e em que todos são responsáveis por cada um, tanto no cumprimento das funções profissionais, como nas questões de ordem pessoal, sem invasões na privacidade de cada um.

8ª Dica: Tome decisões compartilhadas.

Nas decisões a serem tomadas procure sempre envolver a todos e a cada um da equipe, de modo a potencializar a capacidade de cada liderado, o que é bom para o grupo, para a empresa e para o ambiente de trabalho.

9ª Dica: Destaque e reconheça cada um.

Procure reconhecer o esforço e as conquistas de cada membro da equipe e, sempre que possível, achar um jeito de recompensar individual e coletivamente. E leve o recompensado a uma atitude de agradecimento pela colaboração que vem recebendo dos colegas. Esta é uma atitude que garante a fidelidade e o desempenho da equipe, reforçando, em muito, o reconhecimento de sua liderança pelo grupo.

10ª Dica: Seja um líder coach.

Procure atuar como um líder coach que está sempre pronto para instruir e pedir que alguém do grupo instrua o colega que está tendo alguma dificuldade. Delegue, sempre que possível, responsabilidades a seus liderados, de modo a ir formando, progressivamente, seus sucessores, despertando e cultivando neles o potencial de liderança.

Essas dicas, levadas a sério, vão ampliar sua capacidade de liderança, mas, muito mais vão transformar sua equipe. E também sua liderança no grupo familiar há de gerar um clima de confiança, alegria e corresponsabilidade.

Para encerrar, vou dar uma última e a mais importante dica: Esteja sempre atento e alerta sobre si mesmo. A auto-observação é a melhor forma de autodesenvolvimento. Nunca perca você de vista, pois você é o espelho no qual seus liderados buscam refletir.

Pelas reações de seus liderados você sempre poderá saber como está seu desempenho como pai, como gestor e líder de sua equipe.

Estas dicas de liderança vão transformar sua equipe e fazer de você uma pessoa mais centrada, mais leve e mais feliz.

Marcos Wunderlich

Presidente do Instituto Holos

2018-11-07T16:30:09+00:00

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário