Gestão de Pessoas: Tendências que todo Profissional de RH precisa ficar de olho

Com a revolução tecnológica e constantes mudanças na sociedade, muitas empresas têm readaptado processos para conseguir acompanhar as transformações. E durante essa mudança, uma área específica que toda empresa possui também precisou se readaptar: a área de Recursos Humanos.

O RH de uma empresa sempre foi conhecido pelo seu papel mais burocrático, que deveria lidar com documentos, pagamentos, admissão e demissão de pessoas entre outras funções sempre ligadas ao colaborador.

Entretanto, além de todas essas funções, existe um outro desafio para esta área: treinar e desenvolver as capacidades do indivíduo dentro da empresa.

Por isso, muitas empresas estão olhando de uma outra forma para o RH,  pensando nessa área como algo mais estratégico que precisa seguir as tendências.

Mas afinal, para onde uma área que lida diretamente com pessoas pode seguir?

É justamente esse o assunto deste texto, a Gestão de Pessoas como a nova frente do RH que busca um melhor entendimento do indivíduo dentro das organizações.

Para entender melhor essa nova frente, vamos começar descobrindo mais sobre  a Gestão de Pessoas.

O que é Gestão de Pessoas?

Podemos dizer que a Gestão de Pessoas é a evolução do departamento de RH, é a parte que lida com o desenvolvimento das pessoas através de estratégias e ações que estimulam os colaboradores. Essa mudança de comportamento tem por finalidade fazer com que os funcionários possam se enxergar como uma peça importante para o sucesso, de forma que todos têm devida importância e não são somente parte do operacional da organização.

Para esse desenvolvimento acontecer, é necessário toda uma mobilização da organização, e não algo somente focado na área de RH, todos os gestores participam em suas respectivas áreas. Por isso, esse processo também envolve uma mudança na postura da empresa e em sua cultura organizacional.

Na gestão de pessoas, a empresa deve esquecer o pensamento antigo de que “o funcionário é pago para trabalhar” e começar a focar mais no bem-estar em geral e na melhora da qualidade de vida dos colaboradores para que eles tragam melhores resultados e tenham satisfação no trabalho.

Algumas empresas ainda possuem dúvidas se esse tipo de gestão mais focada no funcionário é positiva, e se realmente trará melhorias para a organização. A verdade é que sim, existem muitos benefícios em se adotar a Gestão de Pessoas.

Benefícios da Gestão de Pessoas

Muitas empresas ainda possuem certa resistência a adotar esse tipo de gestão, mas os benefícios que uma gestão de pessoas estratégica pode trazer envolvem diversos aspectos como melhora da cultura organizacional, desenvolvimento de pessoas, desenvolvimento de competências dentro da empresa e a  capacitação de indivíduos.

Para listar os benefícios desse tipo de gestão, podemos começar pela parte organizacional relacionada ao desempenho dos colaboradores uma vez que cuidar do bem estar dos funcionários a empresa assegura que eles estejam sempre motivados e tenham uma melhor performance.

Além disso, esse tipo de gestão foca no funcionário para que ele se desenvolva e contribua para a empresa crescer e atingir os seus objetivos organizacionais. Mas não para por aí, nesse modelo de gestão ainda conseguimos ver novos talentos aparecerem e permanecerem na empresa, garantindo que só fique na organização os melhores talentos.

Podemos notar também a melhora da comunicação organizacional, do clima organizacional e maior assertividade na resolução de conflitos.

Por fim, nesse tipo de gestão, tanto a empresa quanto os colaboradores saem beneficiados com a melhora de processos, otimização de tarefas e ferramentas que auxiliam no crescimento da empresa.

Como adotar uma boa Gestão de Pessoas

A primeira coisa que a empresa deve entender quando quer melhorar a sua gestão de pessoas é que os processos de desenvolvimento devem sempre estar alinhados com a cultura da empresa, com sua missão, visão e valores.

A outra etapa é entender que esse é um trabalho conjunto, e que todas as decisões ligadas ao colaborador passam  também a envolver o departamento de RH, e não somente ele, mas também os gestores da empresa.

Essa relação de troca entre o RH e os gestores colabora para um ambiente mais estruturado e uma gestão mais eficiente, é toda uma mudança comportamental na qual o RH pode ajudar na resolução de conflitos e os gestores podem cuidar das equipes de forma saudável, promovendo a boa relação entre os indivíduos.

Agora que já vimos o que é a gestão de pessoas, como ela funciona e como adotá-la, chegou a hora de vermos quais são as tendências da área de RH que vão auxiliar nessa gestão.

Tendências da gestão de pessoas

Logo no começo do texto, vimos que grandes transformações tecnológicas passaram a fazer parte do cotidiano de uma empresa, e com o setor de RH não poderia ser diferente, afinal a junção entre as ferramentas tecnológicas e mudanças comportamentais contribuem para uma boa gestão de pessoas.

Por isso, agora vamos conhecer quais são as principais tendências da gestão de pessoas.

Gestão descentralizada

A gestão descentralizada é uma nova forma de gerenciamento de empresas, onde o trato com os colaboradores não fica só no setor de recursos humanos, é um processo em conjunto, em que os líderes também participam da tomada de decisões.

Nesse tipo de gestão, todas as pessoas têm responsabilidades bem distribuídas sem a necessidade de que uma pessoa só seja responsável por vários processos. Aqui, os colaboradores e seus gestores trabalham em conjunto.

Isso faz com que os funcionários sejam aptos também a resolver problemas e pensar de forma mais estratégica. E contribui para uma boa gestão de pessoas, uma vez que os próprios gestores podem lidar com atividades que antes precisavam do setor de RH, como o gerenciamento de jornada dos colaboradores.

People Analytics

O people analytics é uma das tendências mais importantes quando falamos sobre gestão de pessoas, principalmente pelo fato de que ele envolve bastante a tecnologia no seu processo.

As empresas têm adotado bastante a ferramenta de people analytics justamente pelo seu papel mais estratégico, que ajuda a organização a perceber mais coisas sobre os seus colaboradores através da  coleta, organização e análise de dados sobre eles.

Nesse processo, a empresa se utiliza da tecnologia para trazer resultados e variáveis que trarão informações importantes sobre o comportamento do indivíduo dentro da organização.

Utilizando essa ferramenta, é quase como se a empresa conseguisse enxergar partículas de poeira no ar, o que  nesse caso, seriam questões relacionadas ao comportamento dos colaboradores, o que está funcionando na empresa e o que não está. Além disso, a ferramenta de people analytics pode trazer resultados como:

  • Tendências de atritos profissionais;
  • índices de turnover;
  • taxa de absenteísmo;
  • níveis de satisfação dos colaboradores;
  • climas organizacionais

A análise desses dados torna a gestão de pessoas mais estratégica, e dá um rumo para saber quais decisões tomar dentro da organização. Essa é uma importante tendência que sua empresa precisa estar de olho.

Home Office

O home office ou teletrabalho é uma tendência muito forte em diversas organizações, ela consiste em permitir que os funcionários troquem o ambiente do escritório por suas casas.

Com isso, eles acabam se tornando mais produtivos, por uma série de fatores. Alguns deles relacionados, ao deslocamento de casa até a empresa, muitas pessoas que moram longe do escritório preferem aproveitar o tempo em que passariam no transporte produzindo suas tarefas de casa.

Podemos destacar também que a mudança de ambiente ajuda a despertar novas sensações no colaborador, e em casa ele pode até se sentir mais confortável em trabalhar.

Com certeza essa é uma ótima forma de dar mais autonomia às pessoas de sua empresa, e com isso tornar a relação mais transparente.

Flexibilidade

A flexibilidade é uma tendência que, assim como o home office, vem ganhando cada vez mais espaço na gestão de pessoas.

Uma empresa mais flexível faz com que seus colaboradores sejam mais engajados em suas tarefas, uma vez que possuem uma relação transparente com a empresa e podem ter mais espaço para contribuir com ideias, mais liberdade e autonomia.

Muitas empresas se perguntam como podem ser mais flexíveis com seus colaboradores. Hoje em dia, existem muitas formas de alcançar esse objetivo. Como exemplo, uma empresa pode ser flexível nos horários de jornada dos colaboradores, para que eles não tenham um horário fixo para entrar, mas sim uma quantidade de horas a cumprir no dia.

O resultado disso? Bom, a empresa terá uma considerável redução de faltas e atrasos, uma vez que todos os colaboradores darão o seu melhor nesse quesito, justamente por se sentirem mais livres sem o peso de ter que chegar sempre no mesmo horário e sair no mesmo horário.

Além disso, mudanças na rotina podem despertar novas idéias nos colaboradores e deixá-los mais produtivos.

Sistemas automatizados

Esse item é muito importante quando se trata de tendências do RH, afinal, não adianta seguir as tendências, ter uma boa equipe de gestores se sua empresa ainda manter os processos burocráticos e ultrapassados.

Por isso, o uso de sistemas automatizados contribuem para melhora da gestão da empresa no geral.

Um controle de ponto eficiente, por exemplo, faz com que a empresa possa adotar o home office e tenha a flexibilidade na jornada. Isso porque, com a entrada da portaria 373 na legislação trabalhista brasileira, sistemas alternativos de controle de jornada passaram a ser mais utilizados pelas empresas.

E isso permite que os colaboradores possam bater o ponto através de aplicativos utilizando tablets, celulares e até mesmo por computador. Esses sistemas também facilitam a rotina do RH quando vão lidar com a folha de ponto dos colaboradores, já que além da coleta de ponto também fazem a gestão completa do ponto.

Além desse tipo de sistema, a empresa que busca uma melhora em sua gestão também pode contar com diversas ferramentas que auxiliam na gestão de pessoas.

Isso inclui softwares de comunicação, ferramentas de colaboração entre equipes e muitas outras ferramentas de automação de processos.

Os colaboradores são o recurso mais valioso de uma empresa. É através deles que tudo funciona, e é por isso que eles são ferramentas importantes para fazer a roda da locomotiva da empresa girar. Por isso, fique atento às tendências e as incorpore a sua gestão de pessoas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido por Aline Fernandes do blog PontoTel, onde você pode encontrar outros textos sobre Gestão de Pessoas.