Todo profissional que inicia a construção de sua carreira sabe que um dia poderá se assumir uma função de liderança. Em tempos passados, estar líder era ocupar uma posição de direção de uma equipe para uma determinada tarefa, sem maiores envolvimentos, o fundamental era que os objetivos e a produtividade fossem atingidos.

Hoje são definidas competências utilizadas como ferramentas, que permitem ao líder “ser“ e conduzir com sensibilidade e intuição, administrar e motivar a equipe a manter-se saudável e produtiva. Ser líder é inspirar pessoas. Uma pesquisa realizada pela Harvard Business Review mostra que a felicidade dos funcionários tem poder de impactar nos resultados financeiros e ditar o ritmo positivo de uma organização.

liderança

Então, a ideia é criar e manter um clima organizacional saudável entre a equipe de trabalho, para consequentemente atingir os outros objetivos. “Numa imagem grupal, o clima organizacional é o balanço que o colaborador faz entre o que ganha e o que custa trabalhar numa empresa” (Carvalho & Melo).

Para quem está na liderança é importante entender o processo da equipe e os indicadores de saúde no ambiente de trabalho, que devem estar alinhados ao desempenho das tarefas. O Líder Coach é capacitado para influenciar no ambiente onde estiver, um clima de confiança entre funcionários, pois além de ter flexibilidade, conhece as qualidades de seus liderados e por isso sabe delegar e dar os feedbacks necessários para cada um, além de atender aos interesses da empresa.

Para concluir, vamos lembrar das palavras de Carlos Roberto Sabbi: “Tolerância, respeito, ética, conhecimento, bom humor e simpatia são bases para a construção de relacionamentos eficazes”.

Por Natalia Marques Antunes | nataliaantunes12@gmail.com
Master Coach pelo Sistema ISOR®, psicóloga e palestrante.

2018-05-30T21:08:11+00:00

Deixar Um Comentário