Toda mudança interior efetiva passa pelo processo de autoconhecimento, análise, aceitação e autotransformação.

A aceitação é a ponte que leva da meditação para a  transformação.

Quando tomamos consciência de que aqueles padrões que outrora elegemos não estão mais nos fazendo bem e precisam ser alterados, entramos no processo de aceitação.

A transformação acontece  após a conscientização, quando repensamos estes velhos hábitos prejudiciais e com a visão mais ampliada encontramos e incorporamos novos referenciais que transformam nossa forma de pensar e sentir.

Partindo deste princípio todas as pessoas podem modificar seu próprio rumo e transformar sua maneira de ser para viver melhor, porque este processo depende única e exclusivamente de cada um.

Aceitação

Temos a tendência de culpar o exterior, dizendo que se tudo fosse diferente nós estaríamos melhor, seríamos mais felizes… Avaliamos tudo em função do que enxergamos ao nosso redor, imaginamos como gostaríamos que fosse e assim vivemos na ilusão das nossas vontades imediatistas e do que idealizamos de pessoas e situações.

Muitas pessoas acreditam que aceitar é acomodar, ser permissivo ou indiferente. Mas não é verdade. Aceitar também não significa que partilho do mesmo ponto de vista do outro, que estou de acordo com a situação como se apresenta, ou do modo de ser e das ações das pessoas.

Aceitar é admitir para nós mesmos os nossos pontos fracos, mesmo que isto abale o nosso ego. É nos dispor à mutação; é reconhecer e respeitar que cada pessoa tem a sua forma própria de ser, mesmo que seja contrário aos nossos pontos de vista. É entender que cada situação se apresenta de acordo com a necessidade do momento, mesmo que frustre nossas expectativas.

É fundamental, necessário e de grande sabedoria, ainda que não seja do nosso agrado, o processo de aceitação dos nossos defeitos, das pessoas como elas são e das situações como elas se apresentam.   Assim criaremos oportunidades de trabalhar em nossa transformação, na ampliação da nossa consciência, em nosso progresso e com certeza evitaremos muitos sofrimentos desnecessários.

Por: Vera Assumpção – Master Coach e Mentora – www.veraassumpcao.com.br

2018-06-01T23:23:07+00:00

3 Comentários

  1. Zeina Russo 5 de junho de 2016 em 09:42 - Responder

    Amei seu artigo .
    Belíssimo

  2. Hilbeth 17 de junho de 2016 em 19:23 - Responder

    As mensagens que Marcos Wunderlich, nos proporciona é de um profundo Amor pelo universo. Muito
    obrigada por todas as mensagem que já li, e quero ler ainda. Que Deus lhe de cada dia mais aprimoramento
    em seu coração para nos ajudar a enxergar com mais lucidez a vida. Um Abraço!!

  3. Silomar 7 de julho de 2016 em 18:40 - Responder

    Concordo plenamenre!

Deixar Um Comentário