Não fique à deriva, tenha uma meta de vida

Em nossa mente, costumamos traçar uma meta de vida desde cedo.

Assim, acabamos tendo muitos sonhos e planos para nossa vida pessoal, familiar e profissional. Mas o que é necessário para que esses planos e sonhos se concretizem? Para não ficar somente em vagos planos e ideais de vida? Para que não fiquemos com nosso barco à deriva?

É o que veremos neste artigo, onde vamos diferenciar missão, objetivo e meta, aprender a traçar metas de vida e, ainda, entender como as ferramentas de Coaching podem ajudar nesse sentido. Boa leitura!

Diferença entre Missão, Objetivo e Meta

A missão é uma espécie de linha mestra da vida, uma razão para viver, um norte que nos guia rumo à direção que consideramos certa.

Objetivo é o fim que se quer atingir. Um objetivo é o que move o indivíduo para tomar alguma decisão ou correr atrás de suas aspirações. Objetivo é sinônimo de alvo, como ponto de mira ou como fim a ser atingido.

Convém não confundir objetivo com meta. Objetivo refere-se a uma intenção, uma vontade ou um desejo de algo a alcançar.

A meta engloba a quantificação ou operacionalização desse objetivo.

Primeiro definimos aonde queremos chegar (objetivo) e depois qual caminho vamos percorrer (meta) para chegar lá.

meta de vida alvo

Sendo assim, a diferença entre objetivo (que é o que se pretende fazer e/ou alcançar) e meta (que é a especificação desses objetivos quantitativamente) fica claro. O objetivo é o que você quer alcançar, e as metas estipulam as etapas, recursos e prazos para a realização do objetivo.

Agora que você já sabe a diferença entre meta e objetivo, é importante que comece a colocá-los em prática para realizar seus sonhos, pois somente nós mesmos somos responsáveis por nossa felicidade. Sendo assim, cabe a nós encontrar os meios eficazes para que tudo o que está em nossa mente se torne realidade.

Em resumo: missão é o sentido que damos à vida; o objetivo é o que queremos ter e a meta define como alcançar isso.

Meta de Vida e Felicidade

Traçar metas é programar-se para ir em busca de algum objetivo específico. Mas a maior aspiração do ser humano é ser feliz.

Desde o nascimento, todo ser humano quer a felicidade, quer fugir do sofrimento. A condição social, a educação e a ideologia não alteram isso. Desde o mais profundo âmago de nosso ser desejamos ser feliz.

Aí entra em questão o que é felicidade. Existe uma felicidade que se confunde, basicamente, com bem-estar, com alcance de determinados objetivos que nos deem a sensação de vitoriosos na busca de algum bem, seja ele físico (casa, carro, joia, roupa) ou virtual (um título, uma amizade, uma viagem, um reconhecimento, um cargo).

Esses objetos ou momentos alcançados nos deixam sempre um sentimento de “quero mais”, pois, uma vez alcançados, começam logo a perder a graça. Algo mais começa a exigir nosso esforço. Esses são tipos de felicidade que geralmente podemos alcançar através de objetivos e metas.

Mas existe um outro tipo de felicidade que não depende de coisas ou ações que venham de fora de nós. Esta é uma felicidade que não precisamos ir atrás para alcançá-la. Ela já está dentro de nós. Está além de metas e objetivos. Ela é acessada e sentida no âmago de nosso ser.

Compreender isso é o pré-requisito, a chave para uma vida que vale a pena ser vivida. Entendendo essa disposição interna de ser feliz, podemos ir buscar quais são os objetivos que queremos atingir e, a partir deles, traçar nossa meta de vida.

Como traçar a meta de vida

Ter meta é dar significado ao presente, aproveitando cada momento, canalizando energia e habilidades para a realização no futuro, assumindo definitivamente o barco da própria vida, em direção a um destino estabelecido por si mesmo. Ter meta de vida é não ficar à deriva.

Para isso é preciso ter claro qual é sua missão de vida. A missão não é algo fixo, imutável. Não. Ela vai se tornando mais clara quanto mais conseguimos ampliar nossa consciência de conexão com a vida e o mundo em que vivemos. A consciência da missão se amplia à medida que vamos acumulando experiência de vida, dando a ela uma realização cada vez mais plena.

Com nossa consciência centrada nessa missão de vida é que estabelecemos objetivos que nos deem oportunidade de vivenciá-la no nosso dia a dia e de compartilhá-la com quem nós amamos.

traçar meta de vida

Agora sim, podemos estabelecer objetivo e meta alinhados com nossa missão. E aí sim, estamos em condições de viver essa felicidade plena a partir de nosso interior. E podemos agora construir formas de viver esta felicidade no dia a dia, para além das dificuldades e obstáculos.

Alinhe seu objetivo e motive-se para cumprir cada meta que você se propõe.

De fato, é preciso muita dedicação, persistência e também resiliência, para não acabar se perdendo e no meio do caminho fazendo a última coisa que você não pode fazer, que é desistir daquilo que tanto almeja para se sentir realizado.

Vamos deixar claro o que precisa ser desenvolvido para que uma meta de vida seja atingida passo a passo.

Para isso, proponho um exercício bem prático. Estabeleça para você (de preferência ponha por escrito) uma meta bem clara. E agora, vá respondendo sucessivamente as seguintes perguntas (sugiro que escreva as respostas para um feedback posterior):

  • O que? – o que será preciso realizar para que a meta seja devidamente concluída?
  • Por que? – quais as razões pelas quais a meta deve ser cumprida?
  • Onde será feito?– em quais áreas da vida devem ser empregadas ações imediatas para que a meta seja alcançada?
  • Quando? – qual o cronograma, com seus prazos, para a entrega da meta?
  • Quem? – quais pessoas podem auxiliar para que a meta se realize?
  • Como será feito? – de que jeito, com que tecnologias, de que maneira cada passo do processo será colocado em prática por seus responsáveis?
  • Quanto vai custar? – e, finalmente, porém não menos importante, quais serão os custos de cada ação que envolve esta sua meta? (lembrando que custo pode ser em dinheiro, tempo, conhecimento, coisas de que abrir mão, ou outro custo).

Meta de Vida e Coaching

O coaching é uma metodologia muito adequada, com suas de técnicas extraídas das mais diversas áreas do conhecimento, no sentido de apoiar uma pessoa a definir e alcançar sua meta de vida.

Através de um coach, ou mesmo do self-coaching, você poderá obter uma boa ajuda para definir sua missão e estabelecer seu objetivo e meta de vida, em busca de uma alta performance pessoal e profissional.

Conclusão

É sabido que não podemos viver sem termos metas a atingir em nossa vida. Sem metas nós mal teríamos uma vida vegetativa. O que precede as metas são nossos sonhos e anseios do que desejaríamos na vida. Esses sonhos começam a ganhar objetividade quando os tornamos objetivos e metas, que nos dão as trajetórias pelas quais conduzir nossa vida.

É por meio da concretização de nossa meta de vida que conseguimos experimentar, verdadeiramente, a sensação da felicidade em nossa jornada evolutiva. O verdadeiro caminho para a felicidade é a percepção da nossa própria vida. É o desabrochar do ser como um todo. É compreender onde queremos chegar e ter meta de vida para atingir este objetivo.

A verdadeira felicidade não é dada, pois ela já é própria da vida. O que podemos fazer é criar os caminhos para nos sentirmos felizes, é criar os meios de nos sintonizarmos com a felicidade que já está em nosso interior.

À medida que nos conectamos com essa felicidade interior, nada nos torna infelizes. Nos ciclos da vida teremos dores, teremos altos e baixos. Mas basta mergulharmos em nosso interior que ali encontraremos paz, tranquilidade, não importam as tempestades que nos tentam envolver.

Se você se sente infeliz, se você se sente à deriva, não culpe os outros ou o ambiente. É sua mente, sua atitude interior que o faz sentir-se miserável. A atitude correta e uma mente clara em conexão com a Fonte da Vida que jorra em seu interior, eis aí o caminho para você ter verdadeira meta de vida, para você se sentir realizado e ser feliz a cada momento.

É importante sonhar, ter ideais, imaginar coisas maravilhosas para nossa vida. Mas não podemos nos perder nos mares dos sonhos. Temos que dar rumo ao barco da vida. Precisamos transformar sonhos em metas para torná-los realidade.

Não fique à deriva, tenha uma meta de vida!

Marcos Wunderlich

2018-11-07T16:26:49+00:00

Sobre o Autor:

Marcos Wunderlich é referência nacional em Mentoring e Coaching Humanizado e possui 33 anos de experiência com mais de cinco mil alunos formados. Foi um dos primeiros especialistas a introduzir a Formação em Mentoring e Coaching no Brasil.

Um Comentário

  1. Lauria Beatriz Rodolf 7 de novembro de 2018 em 16:12 - Responder

    Muito bom este artigo. Parabéns.
    Fecha com tudo que acredito e tento praticar.
    Abraços, mestre

Deixar Um Comentário