Autoconhecimento e Meditação

Qual é o seu objetivo de vida? Seja qual for a sua resposta, só existe um caminho para chegar lá: o autoconhecimento. É por meio dele que nos tornamos condutores de nós mesmos, criadores da nossa própria realidade. Deixamos de ser guiados por circunstâncias externas e passamos a nos responsabilizar por nossa felicidade. Ampliamos nossa consciência e abrimos as portas da percepção.

Através do autoconhecimento é que reconheço meu lugar no mundo. Olhando para dentro, compreendo o que há por fora. Torno-me uma pessoa melhor. Tenho relacionamentos mais saudáveis. Conduzo minhas emoções. Exploro meus potenciais. Confio em mim e no outro. Reclamo menos e agradeço mais. Enxergo o mundo sob uma perspectiva muito mais libertadora.

Como alcançar o autoconhecimento?

Embora sejam incontáveis os seus benefícios, o processo de autoconhecimento nem sempre é fácil. Descobrir a si mesmo costuma ser uma experiência que demanda dedicação e tempo, além de causar um grande impacto. São muitas e muito particulares as formas de se autoconhecer, mas algumas delas se destacam pela eficiência. A Meditação é uma delas.

O que é Meditação?

Existem diferentes definições e origens para a palavra Meditação. De forma geral, no entanto, ela é descrita como uma prática que objetiva um estado de clareza da mente e do corpo. Muitas pessoas buscam, por meio da Meditação, atingir um alto nível de observação de si mesmas. E aí entra o autoconhecimento.

autoconhecimento

Ao meditar, você cria espaços vazios na mente. Assim, passa a ser espectador dos seus próprios pensamentos e emoções. Consegue identificá-los e percebê-los de forma muito mais atenta e contemplativa, desenvolvendo reflexões aprofundadas sobre sua própria existência. Ali, naquele momento de silêncio e conexão com sua essência, você mergulha, naturalmente, no autoconhecimento.

Como começar a Meditar?

Existem muitos mitos que envolvem a Meditação. Mas ela é, na verdade, uma atividade que pode ser praticada por todos e de diferentes maneiras. Há algumas orientações que proporcionam aos iniciantes uma experiência meditativa mais assertiva, mas elas não são regras inflexíveis.

Se você quer se envolver mais profundamente no seu processo de autoconhecimento, sugiro que você inclua a Meditação como um hábito em sua vida.

Veja algumas dicas essenciais se você está começando:

  • Sente numa postura confortável e alinhada, com as costas eretas.
  • Esteja imóvel, relaxado e atento.
  • Sua respiração deve ser tranquila, abdominal, com maior consciência. Sinta sua inspiração e expiração.
  • Sua mente deve estar concentrada, mas relaxada. Não reprima seus pensamentos, mas também não os siga.
  • Dê um espaço livre para sua mente. Depois de um tempo ela vai se acalmar.
  • A meditação chega quando há um estado de pensamento puro, mas ainda consciente.

Uma recomendação que temos é praticar a meditação matinal, feita nas primeiras horas do dia. A calmaria do amanhecer é um clima ideal para que a prática seja efetiva!

Inteligência emocional e autoconhecimento

O psicólogo e jornalista Daniel Goleman diz que o autoconhecimento é um dos pilares para a inteligência emocional. Por isso, entender nossos sentimentos é também descobrir que transformações são necessárias.

Quando sabemos quais são nossas forças e fraquezas, também criamos a confiança para ir até o nosso limite. Pessoas com autoconhecimento também são mais assertivas, já que conseguem expor seus interesses e ideias com mais clareza e justificar o motivo de suas convicções.

Naturalmente, a inteligência emocional é uma habilidade que precisa ser desenvolvida aos poucos, sem pressa. No entanto, isso não vai acontecer se você não tirar um tempo para refletir profundamente sobre suas ações, reações e em como elas são afetadas pelos seus sentimentos.

Faça um diário de emoções, escreva como você se sente quando sente. Crie uma lista de papeis que você desempenha no seu cotidiano – marido, esposa, chefe, irmão, filho, mãe, pai. Por fim, pratique a previsão de como vai se sentir em determinadas situações. Isso oferecerá mais controle e facilitará o processo de autoconhecimento.

Permita-se experimentar. Explore sua interioridade. Provoque dentro de si o despertar do autoconhecimento. E perceba, então, o nascer de uma nova versão sua. Uma versão muito mais feliz.