Gratidão: um exercício para a felicidade

“A gratidão é o ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor.” (Wikipédia)

Homem sentindo gratidão

Existe algo que depende totalmente de nós: podemos olhar para a vida com um  olhar de gratidão ou com um olhar da reclamação.

Olhar com olhos de reclamação pesa, dificulta e entristece, nos torna agressivos conosco, com os outros e com tudo à nossa volta. Fazemos planos e, se algo não acontece como gostaríamos, sentimos raiva, impotência, frustração, medo e uma sensação de injustiça. Então brigamos com a vida e resta-nos a sensação de que não merecíamos isso.

Olhar para a vida com olhos de gratidão torna a vida mais leve, fluida e alegre. Olhar a vida com olhos de gratidão é uma escolha nossa. Podemos começar agradecendo a vida, a saúde, a família, os colegas. E, cada vez que agradecemos, escolhemos abençoar em vez de resistir. Aceitamos, então, a vida como ela é. Aprendemos a agradecer e dizer: “Sim! Assim é!”

A palavra gratidão vem do latim gratus, que quer dizer agradável. Agradecer é tornar mais agradável. É suavizar a vida. Quando decidimos ser gratos por todas as coisas, nos colocamos a favor da vida. Tudo parece fluir. Mesmo as pedras no caminho se tornam fáceis de contornar.

Quero lançar um desafio para você: passe um dia inteiro sem reclamar, mas agradecendo a cada pessoa que encontra e a cada acontecimento que lhe advém. Ao sair da cama e ver que está chovendo lá fora – obrigado. Prepara o café da manhã – obrigado. Come o pão de cada dia – obrigado. Entra no carro e dá partida no motor – obrigado. Um motorista apressado lhe fecha no trânsito – obrigado. Simplesmente fazer a prática de agradecer a todas as pessoas e a todos os acontecimentos.

O simples ato de agradecer abre o coração. Agradecendo, começamos a perceber o quanto temos para agradecer. Começamos a descobrir que até nas situações difíceis há um lado positivo para sermos agradecidos. Não temos como negar que as pessoas que cultivam a gratidão são as pessoas mais felizes no mundo. Esta sabedoria milenar vem sendo agora provada cientificamente.

Sentir-se grato deve ser um estado permanente. Quando você abre seu coração para esta experiência, as coisas boas começam a acontecer. E a gratidão pode ser treinada. Temos que treinar nossa mente a ver e aceitar as coisas e os fatos tais como são. E então agradecer por neste momento se tornarem presentes a nós, como presentes ou como lições de vida.

Quando realizamos algo, podemos encarar de forma negativa ou positiva. Esta diferença, aparentemente pequena e sutil, pode fazer uma enorme diferença em nossa vida. A gratidão e a alegria ampliam nossa boa sorte, enquanto a lamentação e a negatividade a apagam. Parando de reclamar, deixando de ser insatisfeitos e pessimistas, criamos uma força interior que nos torna confiantes e positivos, fazendo nosso coração transbordar de apreço e gratidão. É algo que devemos conquistar com nossa própria vontade, por meio de nossos esforços aqui e agora. Se você ficou irritado, pare, centre-se e agradeça. E agora, tranquilamente, decida o que fazer, o que é o melhor. E sorria para a Vida!

Esta postura positiva e de gratidão muda o padrão vibracional e gera confiança e alegria. Vamos voltar nosso olhar para a felicidade e a alegria. Vamos ser gratos pela vida que recebemos de nosso pai e de nossa mãe. Se não fossem por eles, nós não estaríamos vivendo.

Vamos ser gratos pelo nosso organismo funcionar. Veja a maravilha que é a transformação do que comemos em sangue, vitaminas. energia, músculos, nervos, ossos, etc. Agradecemos a cada manhã por ter acordado, tendo a oportunidade de viver mais um dia. Veja as pessoas maravilhosas que passaram e passam por nossa vida. Gratidão aos mestres, aos que nos ensinaram alguma coisa, que fizeram com que chegássemos até aqui. Vamos abrir a mente, o coração e a vontade para a realidade da gratidão em nossas vidas.

Nossa gratidão à Vida e à sua Fonte, de onde viemos e para onde vamos!

Marcos Wunderlich

2018-09-13T15:07:56+00:00