Mentoring e Coaching: um Case de Sucesso em autocondução

Hoje, quero falar sobre um Case de Sucesso em Mentoring e Coaching que realizei há alguns anos. Esta história simboliza muito como as técnicas do Sistema ISOR® podem impactar fortemente pessoas e organizações.

Como conheci o cliente

Certo dia, recebi em meu escritório um telefonema de uma empresa do interior de São Paulo.

Era o setor de RH, pedindo um atendimento reservado e sigiloso com o diretor administrativo e vice-presidente da companhia, que irei chamar de Carlos.

Carlos ainda era filho do fundador da empresa, cuja relação não estava muito boa. O pai de Carlos tinha um modo de gestão autocrático e impositivo, o que gerava dificuldades administrativas e de modernização da gestão para o diretor.

Era patente a insatisfação profissional de Carlos, que se refletia como uma tensão quase que permanente no convívio com a esposa e dois filhos de 8 e 12 anos.

Da mesma forma, isso afetava sua saúde, com episódios de depressão e pressão alta. Assim, Carlos era um empresário infeliz e com poucas perspectivas de melhorias.

mentoring-e-coaching-encontro

Quando a empresa de Carlos me chamou, eles disseram que a ideia era orientar o processo sucessório dele para a presidência.

Após algumas negociações e uma entrevista prévia pelo Skype, agendamos o primeiro encontro na sala de reuniões de um conhecido hotel em São Paulo.

Em menos de uma hora, a conversa já fluía amistosamente e, sem ele perceber, o clima interativo e de confiança foi se instalando.

Foi o primeiro momento que permitiu trazer a tona algumas questões que estavam atormentando meu cliente.

E assim foram aparecendo diversos problemas, até então ainda ocultos, além de uma certa ansiedade ao Carlos, pois parecia que a quantidade de temas se misturavam e parecia que não haveria soluções.

Foi neste momento que fiz minha primeira intervenção hábil como Master Mentor.

O primeiro passo: apresentando o Sistema ISOR®

Apresentei dois referenciais gráficos do Sistema ISOR® simultaneamente. O primeiro, trazendo premissas sobre a compreensão de pessoas, e o outro, sobre a visão de mundo de cada pessoa.

Tendo uma referência como ponto de partida, exploramos questões fundamentais para o Carlos. O efeito foi surpreendente e transformador: meu cliente passou a compreender a si mesmo e também seu pai de uma forma nova – que ambos queriam a mesma coisa, mas de formas diferentes e que tanto ele como seu pai faziam o melhor possível.

E com isso, houve um acolhimento e os julgamentos pararam. Era um novo ponto de partida na relação com o pai.

Assim, Carlos descobriu que ele deveria mudar a forma de relacionar-se com o pai, e que seria inócuo tentar mudar o pai, uma vez que ninguém pode mudar outra pessoa.

Ainda fomos mais além, explorando a visão de mundo de Carlos e tivemos uma nova descoberta: a tomada de consciência que cada pessoa tem sua própria visão de mundo – uma espécie de software mental instalado há muito tempo em cada pessoa.

Essa visão cria o mundo particular de cada um e mostra que somos totalmente governados por ela. Nossas decisões, escolhas, a forma de nos relacionarmos, de entendermos o mundo, de olharmos nossa família, amigos, empresa, sócios e tudo mais.

Carlos passou a entender que a visão sobre seu pai, sua empresa, família e cidade era, na realidade, uma projeção de sua própria mente. E aí tivemos uma nova largada: os problemas e insatisfações são também projeções da mente.

Afinal, externamente não há problemas reais, a não aqueles que criamos em nossa própria mente. Nesse sentido, ou mudamos nossa forma de ver o mundo ou viveremos sempre dentro dos mesmos mundos e conflitos.

Enfim, a parte principal estava finalizada – o fundamento estava compreendido e agora, eu teria a missão de ajudar meu cliente a ampliar suas visões e leva-lo a uma compreensão da arte de viver e agir no mundo.

Imersão em um dia: o Mentoring Day

E assim prosseguimos o atendimento – a partir das demandas específicas de Carlos –, exercendo amplo diálogo.

Em algumas horas, pude referenciar pelos gráficos ISOR® novas possibilidades e Carlos passou a ter, até o final do dia, muitos insights e autodescobertas sobre diferentes temas.

Também percorremos outros assuntos importantes e de interesse, sejam eles do campo pessoal ou profissional. Entre eles, destaco:

  • o estabelecimento de relacionamentos centrados, focados e sinérgicos;
  • como obter uma visão dinâmica da vida para gerenciar os ciclos de mudanças, mudar o clima pessoal e na empresa;
  • como ampliar a mentalidade de si e dos outros;
  • como atuar como mentor na empresa;
  • como ordenar a mente para decisões;
  • superação de jogos de poder e gestão de conflitos.

Tudo isso num único dia! Mergulho total, exploração do fundo do mar e volta à superfície, com nova visão, perspectivas e mudanças profundas. Foi um processo de abrirmos muitas cortinas, uma atrás da outra!

O mais interessante de tudo é que, em nenhum momento, eu ensinei algo ao Carlos. Apenas apresentei possibilidades mais amplas advindas de minha experiência e de fortes cultivos pessoais que tive com grandes mestres.

mentoring-e-coaching-aperto

Na realidade, o que tivemos foi um processo de descoberta interna de Carlos, um jorrar de insights pessoais.

Aqui tem um grande segredo que preciso revelar a você. Todas as descobertas se originam da própria sabedoria interna do cliente.

Um Master Mentor experiente tem apenas uma habilidade chave: conectar e fazer emergir a própria Sabedoria Interna inata do cliente.

Ou seja, as respostas já estão prontas e elaboradas dentro de cada pessoa. A questão é que a grande maioria das pessoas não sabe disto, e essa Sabedoria fica oculta ou pouco acessível quando as pessoas estão no dia a dia comum.

Os insights permitem mudanças imediatas, a partir do momento em que surgem. A esse processo eu chamo de Mentoring e Coaching Day, um dia de atendimento profundamente transformador.

Conclusão

Naquele dia, Carlos terminou o encontro comigo muito energizado, com um vigor incrível e pronto para profundas mudanças pessoais e profissionais.

Daí em diante, acompanhando o processo pelo Skype, fomos fazendo alguns ajustes. Enviei regularmente materiais complementares com leituras, vídeos específicos e roteiros de ação, segundo a necessidade dele.

No fim, Carlos teve mudanças profundas: resolveu sua relação com o pai, sua ação na empresa evoluiu muito, sua relação familiar se harmonizou e, meses mais tarde, assumiu definitivamente a presidência da empresa. Hoje em dia, ele é uma pessoa realizada, autoconduzida e sabe colocar os limites de forma bem clara entre o campo pessoal, familiar e profissional. Quando perde seu centro consegue centrar-se rapidamente e reassumir a sua condução.

Esse é o valor que um atendimento bem feito de Mentoring e Coaching oferece. Por isso, seja você um gestor ou um Coach profissional, é fundamental conhecer o máximo de ferramentas para implementá-las em sua vida e buscar, com elas, mais sucesso e felicidade!