Acolhimento: preparação para receber o Natal

Nossa atividade como pais e educadores, como professores, líderes, tutores e mentores pede que nossa preparação seja uma postura interior de acolhimento.

Afinal, a aproximação do Natal já mexe com nosso cotidiano. As casas e as ruas estão enfeitadas com luzes e árvores natalinas. Decorações de Natal, anúncios de presentes e brinquedos aparecem por todos os lados e mexem com nosso emocional.

Agora, qual é a preparação que podemos fazer para receber o Natal?

Neste artigo, vamos entender o que é exatamente esse acolhimento e o que devemos fazer para realizá-lo. Boa leitura!

Criando o clima natalino

Entramos na preparação para o Natal. Nesses dias, somos todos submergidos no clima natalino, seja por força da tradição ocidental cristã ou arrastados pelo imã das ofertas de lojas, shoppings e magazines.

As diferentes igrejas cristãs comemoram o Advento, um tempo de preparação para o Natal. A significação dada ao advento é de que é um tempo de espera, de gerar clima de acolhimento.

Mas o que isso pode ensinar aos pais, professores, educadores e líderes em geral? Como deve ser o preparo para receber o Natal de forma adequada?

O acolhimento

Vou contar uma coisa. Quando me ausento por dias ou algumas horas, ao entrar em casa sou recebido por meu cachorrinho com a maior festa. Ele dá pulos de pura alegria ao meu redor.

Passados alguns segundos, ele para e olha para mim, como se me perguntasse: “E agora, vamos fazer o que estava combinado?”

Assim, lá vou eu dar uma volta no quarteirão com um companheiro folgado, metendo o nariz em tudo quanto é canto.

O cãozinho cobrou minha ausência ou festejou minha presença? Fez cara de amuado? Arreganhou os dentes? Não, ele deixou o passado no passado, vibrou no presente e cobrou o combinado para o futuro. Ele tem sido meu mestre muitas vezes nesse sentido.

Dentro de casa, todos precisam acolher uns aos outros, diariamente. Acolhimento é também uma atitude de amor.

acolhimento familia

Como seria bom se, ao chegarem do trabalho, cansados e com as cabeças cheia de preocupação, os pais ouvissem dos filhos: “Seja bem-vindo! Como você está? Como foi seu dia? Estava com saudades”.

Ou ainda, mostrar acolhimento sem palavras, mas com gestos de carinho, como beijos e abraços. São essas ações que fecundam o amor na família.

Etapas do Acolhimento

Como pode ver, esse é o espírito do acolhimento. É esperar e preparar-se interiormente, criar espaço interior, abrir-se para acolher com alegria as pessoas e o Natal que está chegando.

Mas como nos preparamos para este encontro? Como preparamos nosso espírito para nos receber e como acolher as pessoas?

1ª Etapa do Acolhimento: exterior

Antes, quero falar de como preparar o espaço exterior do acolhimento.

Para receber quem queremos bem, é necessário preparar a casa com cuidado, tudo limpinho.

Da mesma forma, é importante preparar alguma iguaria para os convidados comerem, demonstrando o carinho que merecem. É a parte mais fácil num período tão agradável quanto o Natal.

Mas e o preparo do espaço interior para o acolhimento, que é o mais importante? Como ele é feito?

2ª Etapa do Acolhimento: interior

Já antes mesmo de receber fisicamente quem nos vem visitar, precisamos deixar limpo nosso espaço interior, livre de preconceitos e de julgamentos.

É necessário ajustar nosso interior para a plena aceitação das pessoas como elas são. Abrir a mente e o coração para deixar fluir a intuição e a conexão com as pessoas. Recebê-las com alegria intensa, buscando deixá-las à vontade, num clima harmonioso.

Nesse sentido, o segredo de um bom acolhimento é o centramento, isto é, estar focado em primeiro lugar em nosso próprio interior, buscando sentir como estão os outros e se estão abertos ao diálogo.

Não importa o assunto que vier à tona na conversa, você deve estar pronto para respeitar as pessoas como são, como pensam e falam. O importante é elas se sentirem recebidas como pessoas.

Como Preparar o Natal com Acolhimento

O espírito do Natal é o clima de paz e harmonia. Precisamos estar atentos a nós mesmos, precisamos gerar interiormente um clima de harmonia, aceitando as pessoas que vamos receber sem muitas expectativas, como elas são e se apresentam.

Assim, nós também podemos ajudar as pessoas a encontrar seus próprios caminhos, um sentido para suas ações e sua vida.

acolhimento amigas

Para isso, precisamos abrir nossos braços e acolher com alegria a todas as pessoas que nos chegam, dizendo: “Vamos fazer juntos o que combinamos? Vamos caminhar juntos e seguir em direção a fraternidade e produtividade em favor da Vida?”

Portanto, o acolhimento nada mais é que preparar ou fazer algo para algumas pessoas acolhidas. O acolhimento passa pela escuta atenta, pelo olhar, pelo sorriso, o aperto de mão, o abraço aconchegante e apertado. O acolhimento é uma forma concreta de amar.

 Conclusão

Neste Natal, vamos viver com alegria interior nossa preparação para comemorar essa data com o coração pleno de esperança.

Vamos acolher amorosamente o novo tempo que começa, propondo paz e harmonia e espalhando sentimentos bons para todos ao nosso redor.

Enfim, brindemos a preparação para o Natal que está chegando. Brindemos o acolhimento que fazemos para nós mesmos e para as pessoas. Brindemos ao amor!

2018-12-26T17:33:23+00:00

Sobre o Autor:

Marcos Wunderlich é referência nacional em Mentoring e Coaching Humanizado e possui 33 anos de experiência com mais de cinco mil alunos formados. Foi um dos primeiros especialistas a introduzir a Formação em Mentoring e Coaching no Brasil.

Deixar Um Comentário