Superando As 7 Armadilhas que travam a sua mente

Temos sete potencialidades isomórficas básicas, e sua ativação, mesmo que de modo parcial, fará com que superemos as sete armadilhas naturalmente.

A questão fundamental do Ser Humano é a busca de felicidade. Este é nosso impulso básico, tudo o que fazemos contém a busca de bem estar, de viver coisas agradáveis e sermos mais felizes. Ao mesmo tempo, queremos nos livrar ou nos afastar de situações e atividades desagradáveis. Existem armadilhas que travam a nossa mente na busca por essa felicidade.

Falarei agora de cada uma das sete armadilhas, trazendo um entendimento maior e apontando para possíveis soluções. Isto é o máximo que podemos fazer: apontar, mostrar setas, dar uma possível direção para sair ou superar as armadilhas. Não há regra pronta, ou manual de instruções a seguir! 

A razão disto é porque a mudança, o desenvolvimento ou a transformação são sempre pessoais, de responsabilidade de cada pessoa. Ninguém pode mudar ninguém. Mas quando uma pessoa está pronta para algum entendimento, a mudança pode se processar quase que naturalmente, às vezes por si só. 

 

 

Os Potenciais Isomórficos das Armadilhas

Temos sete potencialidades isomórficas básicas, e sua ativação, mesmo que de modo parcial, fará com que superemos as sete armadilhas naturalmente. Incluo aqui outras armadilhas que não citei nesse estudo.

Cada armadilha corresponde a uma ou até mais de uma potencialidade a ser ativada. Isto é maravilhoso, não precisamos lutar contra as armadilhas, vamos transcendê-las de forma natural!

DIMENSIONAMENTO

(Preparo para a Vida, Coerência) 

REGULAÇÃO

(Assertividade, Ajustes, Centramento, Delimitação)

INTERAÇÃO

(Relacionamentos, Sinergia, Abertura de Espaços)

DIREÇÃO

(Gestão, Planejamento, Liderança)

(Atividades eficazes, Realização da Vida)

INCORPORAÇÃO

(Aprendizagem, Fortalecimento)

REALIZAÇÃO

POTENCIAL HUMANO

TRANSCENDÊNCIA

(Ultrapassagem, Novo Tempo e Nova Matriz Mental)

Armadilha 1: Falta de uma visão mais ampla; 

Superação: Ativação do Potencial de Dimensionamento

Todos temos crenças limitadoras, e é com elas que justificamos nossos impasses, nossos conflitos, e nossas intransigências. É com nossas crenças que julgamos a nós mesmos e aos outros. E não pense que são somente as pessoas com pouca educação formal… Pessoas estudadas, diplomadas, doutores, engenheiros, professores – no dia a dia são direcionadas por essa visão de mundo limitada.

As pessoas são levadas a agir e julgar segundo suas ideologias, seus dogmas ou, quando especialistas, só veem segundo a viseira de sua área restrita, mesmo que aprofundada. 

Ativação do Dimensionamento

O Dimensionamento é a nossa postura ao iniciarmos qualquer processo, ou ciclo. É a postura interior, a forma da pessoa se ver e agir. É como nós nos vemos e atuamos no mundo. Em outras palavras, trata-se da capacidade de obter posturas coerentes, preparo, ter uma visão ampliada e ter autonomia pessoal.

Teu dimensionamento é tua bagagem atual, como você começa algo. Ele determina o grau de sucesso que você poderá alcançar, e você pode se redimensionar constantemente.

Cultivos do Dimensionamento

  • Entender o que é Cosmovisão – como funciona a nossa visão de mundo, e como podemos ampliar esta visão; 
  • Buscar o autoconhecimento, conhecer e abrir-se para novas formas de pensar, abrir a mente;
  • Entender como criamos nossa realidade a partir dos modelos mentais;
  • Ampliar os modelos mentais;
  • Estudar e obter os conhecimentos que necessita para dimensionar-se.
  • Ativar a vontade e garra;
  • Aprender a usar as experiências vividas;
  • Usar a aprendizagem vivencial;

Resultante do Dimensionamento

Através dos cultivos, mesmo que de modo parcial, vamos fazer emergir de nosso interior nossa autonomia e nossa coerência. Temos nova visão, vontade e aptidão!

Saímos dos condicionamentos do passado, nos vemos inteiros e completos no agora, e ampliamos a nossa visão. Este dois pontos básicos vão permitir que

ultrapassemos a armadilha da falta de uma visão mais ampla.

Armadilha 2: Prisão ao passado; 

Superação: Ativação do Potencial de Incorporação

Deixamos de viver o presente para ficarmos presos ao passado, se nós nos apegamos às pessoas, preparamos o sofrimento da separação. Quando nossa

mente se prende ao passado, ficamos desfocados da realidade. A prisão ao passado faz com que nossa intenção básica seja de tirar proveito pessoal de tudo, então nos fechamos para entreajuda, para colaboração, para mentalidade participativa e servidora, e deixamos de viver o momento presente.

Ativação da Incorporação

Incorporar significa ampliar o potencial a partir da aprendizagem das experiências vividas. Esta aprendizagem se incorpora em nós, passa a fazer parte, e tornamo-nos mais potencializados. Há o fortalecimento interno, geração de densidade, fortalecimento interno. Cria-se bases ou nova visão para o futuro e liberta do passado.

A Incorporação exige um tempo de silêncio e contemplação das experiências vividas, para que passem a fazer parte e potencializem uma pessoa. Com isto há uma ampliação da cosmovisão e vitalização das pessoas.

Cultivos da Incorporação

  • Filtrar o que vale a pena incorporar, fazendo uma escolha isomórfica;
  • Abertura para o novo;
  • Foco no isomorfismo, limpidez mental, não julgamento;
  • A matriz anterior se transforma para uma nova matriz mental bem mais potencializada; 
  • Ter atitude de aprendizagem, feeling, generosidade, meditação.

Resultante da Incorporação

Através dos cultivo da Incorporação ficamos potencializados e com nova visão. A resultante é a vitalização, alegria e felicidade interior pelas novas descobertas. Esta é a forma mais eficaz de nos libertarmos da armadilha 2, a prisão ao passado.

Armadilha 3: Medo do Futuro e Ansiedade; 

Superação: Ativação do Potencial de Realização

O futuro não existe no agora, ainda será. A mesma coisa de ficar preso ao passado é ficar preso no futuro, cheio de ansiedades e medos. Esta atitude nos leva a fugir do presente e pode até mesmo nos tornar irresponsáveis pelo que está acontecendo.

O medo do futuro, do amanhã, nos torna ansiosos. A ansiedade é uma característica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso e outras alterações associadas à disfunção do sistema nervoso.

Ativação da Realização

A Energia da Realização está ligada à toda atividade humana, no nível mais sutil também significa a Realização da Vida. Realizar a Vida está ligada à capacidade de sobrevivência, à perpetuação da espécie e à felicidade interior. A verdadeira felicidade só pode ser vivida no agora, no momento presente. No Agora, não há medos, sofrimentos e nem ansiedade.

Cultivos da Realização

  • Atenção ao que importa;
  • Visão da abertura de cortinas quando ampliamos a visão e conhecimentos;
  • Uso da inteligência racional;
  • Ter conhecimentos de tecnologia;
  • Organização mental, mente voltada para busca de reunificação ou conexão com o Todo;
  • Alegria de viver;
  • Ativação da inteligência emocional;
  • Desapego;
  • Treinar a perceber a liberdade do Agora;
  • Inteligência operacional;
  • Produtividade;
  • Atendimento às necessidades de sobrevivência;

Resultante da Realização

O cultivo do Agora é o antídoto do medo do futuro e da ansiedade. No Agora há perfeita paz, é um estado vivo da mente, ela está atenta e bem desperta. No Agora até lembramos do passado e do futuro, até fazemos planos, mas não nos prendemos. Realização da Vida é a comunhão com tudo, na maior parte do tempo, o medo do futuro e a ansiedade simplesmente desaparecem.

Armadilha 4: Falta de confiança em si, não conhecer seu potencial ou desconhecer que há um potencial;

Superação: Ativação do Potencial de Direção

Potencial é poder, força armazenada, energia não usada, habilidade esperando ser utilizada. É tudo aquilo que você pode realizar, mas que ainda não realizou. Olhe para você: já deu o seu tudo, o seu todo? Se não, então há potencial em você! 

Potencial é o seu todo, é tudo que você tem – é todo o seu poder. Enquanto houver algo não utilizado, não revelado, não realizado, não compartilhado em você, então haverá potencial.

Ativação da Direção

A Energia da Direção refere-se à capacidade direcionadora humana, na qual estão contidos os processos de tomada de decisões, planejamento, condução, gestão e liderança.

A Energia ou potencial de Direção é o que nos dá a capacidade de dar rumos e a fazer planos. Os rumos só podem existir se houver decisões, só pode haver decisão quando há assunção da vida, ou seja, tomar as rédeas da vida na sua mão. Quem assume a sua vida, adquire a coragem para a tomada de decisões.

Cultivos da Direção

  • Obtenção da clareza de rumos a partir da ordenação mental, ou seja,
  • seguir os passos do processo decisório;
  • Inclui a percepção interna ou aquisição da visão de futuro aliada a uma visão estratégica;
  • Há necessidade de abertura para o novo que emerge e para o probabilismo, com ponderação. 
  • Ativar a coragem e a criatividade;
  • Correr riscos;
  • Assumir a sua Vida, ser o condutor da sua Vida;
  • Tomar decisões com ritmo e eficácia;
  • Cultivar a auto condução ou gestão pessoal;

Resultante da Direção

A emergência da capacidade direcionadora advém da coragem da tomada de decisões. A tomada de decisões assertivas advém da capacidade de correr riscos, neste momento há a percepção do potencial condutor, e desaparece a armadilha 4, que é a falta de confiança em si, não conhecer seu potencial ou desconhecer que há um potencial.

Armadilha 5: Pensar só em si mesmo, não perceber como relacionamentos e posturas generosas podem melhorar a vida e o gosto pela vida; 

Superação: Ativação do Potencial de Regulação

Pensar só em si mesmo é egoísmo. Egoísmo é apego aos próprios interesses, comportamento de quem não leva em consideração os interesses dos outros. Vivemos em um mundo em que predomina o egoísmo mesquinho, onde as pessoas valem mais pelo que aparentam ter, do que pelo que realmente são. No meio de tudo esquecemos a generosidade.

Ativação da Regulação 

É essencialmente nossa capacidade de nos centrarmos, sem invadir ou nos deixarmos invadir. A Regulação acontece primordialmente na faixa interna das pessoas e tem como focos principais a percepção do clima e a capacidade de ajustamento situacional. Inclui a capacidade de atuar com critérios claros e com ética, dar auto feedback.

A Energia ou Potencial de Regulação é capacidade de ajustamento situacional e obtenção de uma condução adequada frente a todas situações que surgem na vida. Isto exige um estado de atenção e alerta, que é obtido pelo centramento pessoal, o qual por sua vez é essencial para termos postura condutora.

Cultivos da Regulação

  • Critérios claros;
  • Discernimento;
  • Auto feedback;
  • Clareza de Intenção;
  • Flexibilidade mental.
  • Assunção da Vida;
  • Entusiasmo;
  • Percepção e intuição;
  • Vigilância e atenção.
  • Postura Condutora;
  • Estado de atenção;
  • Caminho do meio;
  • Administração do tempo;
  • Proatividade;

Resultante da Regulação

Na Energia da Regulação passamos a ter ações coerentes com a vida, pois esta regulação é o ajuste que precisamos fazer frente aos acontecimentos, mas também à ordem ou leis universais. A Regulação em si implica em coerência e esta é perante todos os aspectos na vida, em especial em nossos relacionamentos. A melhor Regulação é quando ficamos felizes, a felicidade nas relações surge de modo natural e espontâneo, quando beneficiamos ou somos generosos com pessoas. Não há Regulação egoísta, pois estamos ativando os potenciais isomórficos ou coerentes com a Vida, aquilo que gera coerência e felicidade. 

Armadilha 6: Deixar-se governar pelos outros, pelas opiniões e crenças dos outros, deixar-se influenciar; 

Superação: Ativação do Potencial de Interação

Vivemos em um mundo de comparações e nos preocupamos com a opinião dos outros. A sociedade nos forma com padrões e nos identificamos com esses condicionamentos relacionados ao dinheiro, satisfação, sucesso e felicidade. Cultivamos nosso ego através de reconhecimentos que necessitamos a todo momento, precisamos ser aprovados para nos sentirmos bem. 

Esse é um grande erro, criamos metas que, na ilusão de conquistar a felicidade e sair de nossa condição atual, na maioria das vezes é incômoda, nos fazem viver insatisfeitos e com a sensação de vazio. A opinião existe através do sistema de crenças e valores da pessoa, que foi construído com base em suas próprias experiências e aprendizados dentro de suas percepções do que é correto.

Ativação da Interação

Refere-se ao campo de energia dos relacionamentos interpessoais e intersetoriais, comunicação, posturas prestadas, enfim, a tudo que diz respeito ao complexo processo de relacionamentos e interação humana. Inclui a habilidade de geração de clima de harmonia relacional. O clima é o aspecto sutil em todos os relacionamentos, pois tem o poder de direcionar as atitudes e os acontecimentos. O clima, em todos os ambientes e atividades humanas, influenciará o comportamento e determinará a ordem dos acontecimentos.

A energia da Interação – a capacidade relacional – é obtida a partir de diversos fatores interdependentes. Seus eixos são a objetividade, a sintonia e criação de clima. O clima advém da vibração de energia das pessoas, a qual está ligada diretamente à Intenção Interior e tipo de raciocínios ou mentalidade predominante no momento. Por exemplo, raciocínios de guerra e confronto, ou raciocínios de harmonia e entendimentos – cada um gera o clima correspondente. No mundo empresarial, podemos falar de clima organizacional.

Cultivos da Interação

  • Cultivar a comunicação real e a assertividade na comunicação;
  • Buscar sempre a tolerância, diálogo, negociação e respeito à verdade de
  • cada um;
  • A sintonia advém da capacidade de empatia, sentir e perceber o clima
  • do outro, suas reais necessidades e buscas;
  • Cultivo da paciência;
  • Na sintonia podemos expressar a amorosidade ou compaixão;
  • Sintonizar-se requer estar presente aqui e agora, valorizar a vida e também dar-se o direito de amar;
  • O Clima harmônico advém de posturas focadas e condutoras, uso da equanimidade (igualdade) e diplomacia, de posturas solucionadoras e criativas, aliado a uma atitude prestadia;
  • O aspecto prestadio é a nossa capacidade de amar e desejar o bem e a felicidade do outro de modo incondicional.

Resultante da Interação

A Energia da Interação obtida a partir do cultivo de seus múltiplos componentes, tem como resultante a paz e harmonia nas relações. Isto também significa que a paz e harmonia só pode ser obtida por pessoas que conduzam suas relações, que intencionalmente criam o clima favorável. Quando este aspecto acontece, inicia-se o processo de superação da armadilha 6, ou seja, não serei mais governado pelos outros. Podemos até trocar experiências e mesmo falar de crenças ou valores, num processo interativo de crescimento mútuo, mas tudo passará pelo crivo pessoal, de modo que não seremos mais manipulados e governados pelos outros.

Armadilha 7: Querer resolver a Vida, não aceitar o momento, eterna insatisfação; 

Superação: Ativação do Potencial de Transcendência

Muitas pessoas vivem num estado de permanente tensão e ansiedade, mantendo-se em atividades incessantes. Temos a ansiedade de resolver

a vida de obter alguma coisa, de insatisfação interior e muitas vezes sem nenhum rumo. O Ser humano está movido pelo desejo de obter a felicidade em algum outro momento futuro. 

A insatisfação, muitas vezes indefinível, uma espécie de sede de infinito permanece intensa a maior parte do tempo, gerando toda sorte de desequilíbrios, dificuldades ou mesmo conflitos existenciais. 

Ativação da Transcendência

A Transcendência se caracteriza pela nossa capacidade de ultrapassar um tempo, ou um ciclo, na realidade é um salto quântico, uma renovação ou então a geração de novo tempo. Há uma Reformulação conceitual, – novos circuitos neurônicos – a Liberdade interior de aceitá-la e obviamente no aspecto operacional uma Reposturação, ou seja, nova forma de agir. Trata-se de uma energia que repentinamente surge, pois trata-se de um salto quântico.

A Transcendência

A energia da Transcendência é mais sutil e refinada, ela ocorre silenciosamente na “alma”, como se fosse um abrir mágico de uma flor ou de uma cortina esvoaçante no espaço, descortinando silenciosamente novas visões, oportunidades, percepções, ou reformulações conceituais. Tudo surge na mente – pluft – pronto de repente está lá, tudo pronto. Talvez como um atleta que se preparou, teve bom desempenho na competição, e como resultante – de repente – num instante- a vitória é obtida. Transcendência não é algo que se possa explicar em palavras ou em conceitos, embora eu tente fazer isto agora, mas de repente e sem perceber estamos num novo patamar.

  • Quando o Ser está pronto, ou tem energia e experiências acumuladas, pode ocorrer um Salto Quântico;
  •  A mente se torna muito livre – sem lixos mentais ou de crenças paralisantes – e ocorre uma reformulação conceitual, ou então, uma nova compreensão ou entendimento;
  • Há um desatrelamento da matriz mental anterior e criação de nova matriz;

Cultivos da Transcendência 

  • Precisamos nos auto autorizar para a abertura mental;
  • Ampliação da consciência da missão da empresa;
  • Novo modelo organizacional, novos projetos, organização do futuro, mente antenada para novas oportunidades;
  • Sempre fomos e sempre seremos livres;
  • Assunção espiritual da vida;
  • Alegria de Viver;
  • Clima criativo;
  • Deixar-se superar;
  • Ousadia empreendedora;
  • Comprometimento com a sustentabilidade;
  • Ações mais evoluídas e coerentes com a Vida;
  • Defesa da Vida e do planeta; 
  • Gestão inovadora e servidora com capacidade reformuladora;
  • Abertura para novos espaços;
  • Adequação ao mercado;
  • Empresa cidadã;
  • Organização sustentável.

Resultante da Transcendência

A Energia da Transcendência gera a Evolução, Alegria, e Transformação Pessoal, nas Organizações há nova vitalidade, um novo começo transcendente. Assim, transcendemos a armadilha 7 pelo salto quântico para um novo tempo de compreensão superior da Vida. Compreendemos que a verdadeira realização da Vida é no Agora e na paz interior, independente daquilo que fazemos ou que queremos alcançar. Nos auto completamos, estamos pacíficos a cada instante, sem a ânsia de chegar a algum lugar ou resultado. Surge a plenitude da Vida, onde só há o Agora e nenhum lugar onde chegar ou alcançar. Continuamos no mundo processual completos e plenos, com nossos projetos e metas, porém sem sofrimentos ou conflitos.